segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Uma História Ligada a Fatos Reais: Caso Elizete Moura Lemos


Uma História Ligada a Fatos Reais  

Tema: Elizete 



Deus do céu onipotente
Dai-me santa inspiração
Pra eu contar uma história
De doer o coração
Que estar bem conhecida
Em toda nossa região.

Trata-se de uma criança
Que sua vida perdeu
Raptadas por pessoas
Mais cruéis do que judeu
E agora vou contar
Com foi que aconteceu.

Foi um caso muito triste
Que sempre vamos lembrar
Num município de Ipanguaçu
Por nome de Arapuá;
Que pessoas bem malvadas
A criança foram matar.

Seu nome era Elizete
Tinha (10) dez anos somente
Queridas pelas pessoas
Porque só vivia contente
Mais não sabia que estava
Sendo olhada por serpente.

Dia (10) dez de novembro
Do ano (96) noventa e seis
Pelas (08) oito horas da noite
Um pouco antes talvez
Os pais de Elizete a viram
Viva pela última vez.

Saiu com as amigas
Pra uma festa do pastoril
Festa que na comunidade
Toda vida existiu
E ninguém percebesse
Elizete dali sumiu.

Já no fim da festa
Que estava acontecendo
O pessoal foi indo embora
Cada vez mais ficando menos
Ai foi que sentiram falta
De Elizete Moura Lemos

A notícia espalhou-se
Por toda vizinhança
E se foi passando as horas
Eles perdendo esperança
E amanheceu o dia
E não encontrara a criança.

Deixamos o sofrimento
Do pai da mãe e das tias
E também de todo mundo
Que a ela conhecia
Pra falar como mataram
Elizete nesse dia.

Mataram sem terem dó
Com toda brutalidade
Atreves de magia negra
Que isto já é verdade
E os criminosos podem ser
Da mesma comunidade.

O que fizeram com Elizete
Não se faz nem com animal
O crime foi tão bárbaro
Que está no mundo geral.
E nós todos se unindo
Entregaremos ao final

Pegaram Elizete
Sem poder si defender
Arrancaram sua vagina
Deus do céu não sei porque
Cortaram sua orelha
Na intenção de comer.

Com pontas de cigarro
Eles também trabalharam
Das costas nos calcanhares
Completamente queimaram
E também em suas costas
Um buraco eles furaram.

Rasparam sua cabeça
Nem um cabelo deixaram
E também suas munhecas
Eu soube que eles cortaram
Só Deus sabe outras coisas
Que com ela praticaram.

Fizeram o que quiseram
E que sua seita pediu
Da ponte de Arapuá
O corpo eles sacudiu
E o estado da criança
Só acredita que viu.

Já esta passando os meses
Que o crime aconteceu
O povo inconformado
Porque nada resolveu
Coitada de Elizete
Que sua vida perdeu.

Perdeu a vida na terra
Porque no céu já ganhou
Eu tenho toda certeza
Que Jesus a abraçou
E como Santa Elizete
O povo já batizou.

Não adianta querer fugir
Quem esse mal praticou
Porque mesmo em vida
Jesus já o condenou
E eles só vão viver
Com sofrimento e muita dor.

Esses são os castigos
Para quem forem culpados
Espero que a justiça
Saia bem no resultado
Para que em frente ao público
Eles sejam castigados.

Tem o padre Canindé
Que ainda está lutando
E também outras pessoas
Que estão colaborando
E vêm de todo pais
Se estiverem precisando.

Este é um versinho
Ligado a fato real
Isto já abalou
Zona urbana e rural
Este crime tão falado
Tudo vai ser acabado
Entre o bem vencendo o mal.

AMIGO VOCÊ  QUE LEU
ESTE VERSINHO POR
MIM, MUITO OBRIGADO.
E PEÇO QUE VOCÊ
ESTEJA SEMPRE AO
LADO DE QUEM ESTÁ
LUTANDO PARA
DESVENDAR ESTE CRIME
TÃO BARBÁRO, VAMOS
NÓS TODOS UNIDOS
VENCEREMOS E
SEREMOS
RECOMPENSADO POR
JESUS. OBRIGADO
FIM


Autor: Áelio Oliveira
1996







Nenhum comentário:

Postar um comentário